Edifício Monteiro (Prédio CIG) St. Oeste - GAMA DF   |    +55 61 98525.8032   |   61 3970.0170
Dicas de Saúde

Dicas de Saúde

Retinopatia Diabética

Retinopatia-Diabetica

por User Editor em 13/3/2018

O diabetes é uma doença complexa e progressiva que afeta os vasos sanguíneos do olho. Um material anormal é depositado nas paredes dos vasos sanguíneos da retina, que é a região conhecida como "fundo de olho", causando estreitamento e às vezes bloqueio do vaso sanguíneo, além de enfraquecimento da sua parede, o que ocasiona deformidades conhecidas como microaneurismas. Esses microaneurismas frequentemente rompem ou extravasam sangue causando hemorragia e infiltração de gordura na retina.


Existem duas formas de retinopatia diabéticaExsudativa e proliferativa.

Em ambos os casos, a retinopatia pode levar a uma perda parcial ou total da visão.


Retinopatia Diabética Exsudativa: ocorre quando as hemorragias e as gorduras afetam a mácula, que é necessária para a visão central, usada para a leitura.


Retinopatia Diabética Proliferativa: surge quando a doença dos vasos sanguíneos da retina progride, o que ocasiona a proliferação de novos vasos anormais que são chamados "neovasos". Estes novos vasos são extremamente frágeis e também podem sangrar. Além do sangramento, os neovasos podem proliferar para o interior do olho causando graus variados de destruição da retina e dificuldades de visão. A proliferação dos neovasos também pode CAUSAR CEGUEIRA em consequência de um descolamento de retina.    

Grupos de risco

Os diabéticos apresentam um risco de perder a visão 25 vezes maior do que as que não portam a doença.

A retinopatia diabética atinge mais de 75% das pessoas com diabetes há mais de 20 anos.

Tratamentos

  • O controle cuidadoso do diabetes:

    • Dieta adequada

    • Comprimidos hipoglicemiantes

    • Insulina

    • Combinação desses tratamentos, prescritos pelo médico endocrinologista, são a principal forma de evitar a retinopatia diabética.


      Fotocoagulação por raio laser


    • É o procedimento pelo qual pequenas áreas da retina doente são cauterizadas com a luz de um raio-laser na tentativa de prevenir o processo de hemorragia.

    • O ideal é que esse tratamento seja administrado no início da doença, possibilitando melhores resultados, por isso é extremamente importante a consulta periódica ao oftalmologista.


FONTE: http://www.cbo.net.br/novo/publico-geral/retinopatia_diabetica.php

Entre em Contato

Edifício Monteiro (Prédio CIG)
QUADRA 10 L 16/17, Sala 204 (2º Andar) ST. OESTE, GAMA-DF

 +55 61 98525-8032   |   61 3970.0170

Redes Sociais

Siga-nos:

centro brasileiro de oftalmologia logotipo

Responsável Técnico Dr. Tobias Botter Fernandes
Oftalmologista - CRM-DF: 21911

Desenvolvedor do site Marketing Digital
e Criação de Sites